Investigação: Tatuagem poderá ajudar doentes a controlar a diabetes 207

Investigação: Tatuagem poderá ajudar doentes a controlar a diabetes

 


03 de julho de 2017

E se os diabéticos passassem a controlar as variações dos níveis de açúcar através da mudança de cor de uma tatuagem? A Universidade de Harvard e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, estão a estudar uma tinta especial, que muda de cor consoante os níveis de sódio e pH no sangue.

A DermalAbyss, nome atribuído pelos investigadores a esta tinta, inclui biossensores de modo a conseguir alterar a cor de acordo com as variações no fluido intersticial. Como o excesso do fluido intersticial é conduzido para as paredes dos capilares linfáticos, a tinta consegue detetar os níveis de açúcar no corpo.

«A DermalAbyss cria um acesso direto aos compartimentos no corpo e reflete processos metabólicos internos em forma de tatuagem. Pode ser usada para aplicações de monitorização contínua, diagnóstico médico e perceção dos níveis no corpo», explica o comunicado da investigação do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, citado pelo “DN”.

Esta tinta já foi testada em pele de porco e revelou-se eficaz. A tatuagem ainda não iniciou a sua fase de testes em humanos.

Envie este conteúdo a outra pessoa