Helder Mota Filipe: «Todos serão poucos para ajudar a resolver os problemas do SNS» 594

Em entrevista ao Portal Netfarma, o candidato a bastonário da Ordem dos Farmacêuticos Helder Mota Filipe (Lista A) teve oportunidade de expor algumas das principais medidas que propõe na sua candidatura, entre elas, a criação de um Conselho de Auditoria e Transparência e de um Conselho da Juventude, a importância da formação pré e pós-graduada ou a aposta proativa nas competências farmacêuticas.

As condições complicadas que se vivem no Sistema de Saúde e as fragilidades do SNS, agudizadas com a pandemia, vão-se arrastar nos próximos anos. O candidato da lista A acredita que «todos vamos ser poucos ajudar na sua resolução».

Helder Mota Filipe acredita que os farmacêuticos «podem e têm aqui uma oportunidade para se envolverem mais nas respostas às necessidades em Saúde» e considera que, tendo em conta o seu percurso profissional e a disponibilidade demonstrada por diversas vezes para ajudar e se envolver no desenvolvimento da profissão, este é o momento de se colocar à disposição da classe.

Não ficaram de fora nesta conversa temas como a Carreira Farmacêutica, os serviços farmacêuticos diferenciados, o acesso aos dados clínicos, o aumento da influência política dos farmacêuticos e a forma como, se for eleito, as medidas devem ser apresentadas pela Ordem à tutela.

Veja esta entrevista na íntegra amanhã no Portal Netfarma.

Envie este conteúdo a outra pessoa