EMA aceitou pedido de autorização para a comercialização do Aducanumab 345

A Biogen e a Eisai, anunciaram que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) confirmou a aceitação do Pedido de Autorização de Introdução no Mercado (AIM) de aducanumab, um medicamento em investigação para o tratamento da Doença de Alzheimer.

Caso seja aprovado pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA), o aducanumab será o primeiro medicamento na Europa com capacidade para atrasar o processo degenerativo da Doença de Alzheimer e mudar significativamente o curso desta patologia.

Aducanumab encontra-se em processo de avaliação pela agência norte-americana de medicamentos, a FDA (Food and Drug Administration), estando neste momento em fase de revisão prioritária e com a decisão de aprovação esperada para o dia 7 de março de 2021.

Com base nos dados clínicos de doentes com Défice Cognitivo Ligeiro devido a doença de Alzheimer e doença de Alzheimer ligeira, aducanumab tem o potencial de impactar a fisiopatologia subjacente à doença, de atrasar o declínio cognitivo e funcional.

Aducanumab é um anticorpo monoclonal humano em investigação para o tratamento da doença de Alzheimer.

A Doença de Alzheimer é uma doença neurológica progressiva e o tipo de demência mais frequente, representando entre 50 e 70% do total de casos de Demência.

Envie este conteúdo a outra pessoa