Cardiologistas alertam para a importância do tratamento precoce das doenças valvulares cardíacas 143

A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) vai reunir vários profissionais de saúde, representantes de autarquias e instituições envolvidas no tratamento e acompanhamento de pessoas com doença valvular cardíaca, no dia 31 de março, entre as 10h00 e as 12h00, no Hotel Vila Galé, em Coimbra. Esta iniciativa surge no âmbito da campanha Corações de Amanhã e da 11.ª Reunião VaP-APIC, que se realiza nos dias 31 de março e 1 de abril, tendo como objetivo apresentar a atualização de conhecimentos científicos na área da intervenção valvular, e debater a atual realidade do tratamento percutâneo da doença valvular cardíaca.

“Com esta iniciativa acreditamos que estamos a contribuir para o reconhecimento da importância da atuação face aos tratamentos das doenças valvulares cardíacas, reforçando o seu papel decisivo. É importante consciencializar as pessoas de que o tratamento deve ocorrer o mais rapidamente possível. Ao aumentar esta consciencialização estaremos a garantir que os doentes estão mais informados e capacitados para identificar sintomas (cansaço, dor no peito e desmaios) e recorrer ao profissional de saúde (médico de família ou cardiologista), o que irá permitir o diagnóstico e tratamento atempado e adequado”, afirma Rui Campante Teles, coordenador do projeto Valve For Life/Corações de Amanhã.

Joana Delgado Silva, cardiologista de intervenção no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, avança que: “Trabalhamos todos os dias numa perspetiva de consciencialização para a prevenção e diagnóstico precoce das doenças valvulares cardíacas. É importante promover o conhecimento e a compreensão sobre a doença valvular e os seus sintomas, por forma a melhorar o acesso dos doentes ao melhor tratamento para a sua doença, reduzindo a taxa de morbilidade e mortalidade dos doentes valvulares”.

A sessão de discussão contará com a participação de representantes de autarquias, de instituições de saúde da região de Coimbra e o testemunho de doentes valvulares cardíacos.

A campanha “Corações de Amanhã”, uma iniciativa promovida pela APIC, pretende aumentar o conhecimento e compreensão sobre a doença valvular cardíaca, promovendo o seu diagnóstico e tratamento atempado. A estenose aórtica e a insuficiência mitral são as principais doenças valvulares cardíacas. Esta campanha conta com o apoio do Valve For Life e com o Alto Patrocínio do Presidente da República. Para mais informações www.coracoesdeamanha.pt

WordPress Ads

Envie este conteúdo a outra pessoa