UE não autoriza vacina da AstraZeneca fabricada na Índia 841

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sua sigla em inglês) anunciou que a versão indiana da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca, chamada Covishield, não está licenciada na União Europeia (UE), devido a possíveis “diferenças” com a original.

“Mesmo que use uma tecnologia de produção análoga à da Vaxzevria (imunizante da AstraZeneca), a Covishield como tal não está atualmente aprovada pelos regulamentos da UE”, indicou a EMA, em comunicado.

“Mesmo pequenas diferenças nas condições de fabricação podem levar a diferenças no produto final, e a legislação da UE exige que os locais de fabricação e os processos de produção sejam avaliados e aprovados como parte do processo de autorização”, acrescentou a EMA.

Até o momento, existem quatro vacinas licenciadas na UE: a Pfizer-BioNTech, Moderna, AstraZeneca e Johnson & Johnson. Quatro outras estão “em processo de revisão” para possível aprovação: a russa Sputnik, a chinesa Sinovac, a alemã CureVac e a americana Novavax.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) deu sua aprovação à Covishield.

Envie este conteúdo a outra pessoa