Rui Ivo: “O farmacêutico desempenha um papel determinante para o cidadão” 319

Na Cerimónia Oficial de Abertura do Congresso Nacional dos Farmacêuticos, desta manhã, Rui Ivo, Presidente do Infarmed, em representação da Ministra da Saúde, destacou a importância dos farmacêuticos.

“Importa destacar a evolução do papel determinante que o farmacêutico desempenha para o cidadão, não apenas na sua missão central de dispensa e acesso ao medicamento, mas também na promoção da sua Saúde e do seu bem-estar, o que se reflete na qualidade de vida da nossa sociedade”, afirmou.

Ao falar sobre dispensa de proximidade que veio permitir que “os medicamentos dispensados por farmácia hospitalar em regime de ambulatório pudessem, a pedido do utente, ser dispensados nas farmácias comunitárias por si indicadas, ou no seu domicílio, enquanto a situação no País assim o justifique”, Rui Ivo aproveitou para agradecer aos farmacêuticos a “disponibilidade ao longo desta pandemia, estando permanentemente acessíveis a toda a população, desempenhando nestes momentos uma função social que vai muito para lá da sua missão principal”.

O também ele farmacêutico, indicou que “as medidas implementadas para lidar com a pandemia apenas terão sucesso através da ação conjunta dos cidadãos associada à colaboração das entidades que compõem o sistema de Saúde, designadamente as farmácias”.

Rui Ivo aproveitou também para falar do processo de aquisição de vacinas para a covid-19, indicando que “decorre de uma estratégia concertada a nível europeu, visando garantir o acesso equitativo a todos os cidadãos, e assim assegurar a disponibilidade de vacinas seguras e eficazes”.

“Estão assinados 6 contratos com as empresas que pretendem vir a submeter os dados necessários para obter uma autorização de introdução no mercado, com partilha de risco conjunta. As vacinas serão disponibilizadas após ser assegurada a sua qualidade, segurança e eficácia, sendo esta avaliação realizada pela EMA, com intervenção do INFARMED”, explicou.

Envie este conteúdo a outra pessoa