Portugal atinge 85% da população com uma dose da vacina contra a covid-19 173

De acordo com a diretora-geral da saúde, Graça Freitas, Portugal atingiu, este domingo, a meta dos 85% da população com uma dose da vacina contra o novo coronavírus.

Até ao momento, cerca de 76,8% da população já está completamente vacinada contra o vírus SARS-CoV-2.

A responsável da Direção-Geral da Saúde (DGS) adiantou, em declarações à SIC Notícias, e citada pela agência Lusa, que estão previstos três cenários de resposta face à evolução da pandemia nos próximos meses.

Ao contrário daquilo que se sucedeu no ano passado, a diretora-geral da saúde salientou que, este ano, a maioria da população portuguesa vai estar imunizada.

Num cenário positivo, Graça Freitas prevê que se mantenha a atual “tendência decrescente” da pandemia, em que a variante Delta continua a ser a estirpe predominante em território nacional.

No segundo cenário, “pode acontecer uma subida lenta do número de casos”, já que a vacina vai “perder o seu efeito ao longo do tempo”. Além disso, prevê-se que os sintomas sejam mais ligeiros do que graves.

Em última instância, e no pior cenário possível, Graça Freitas explicou que o surgimento de uma nova variante do vírus obrigaria a DGS a adotar medidas para “aguentar, novamente, uma grande pressão sob o Sistema Nacional de Saúde (SNS)”.

Sobre o fim da utilização obrigatória da máscara, a diretora-geral da Saúde remeteu a responsabilidade da decisão para a Assembleia da República, mas garantiu que a “circulação do vírus será muito menor” com 85% da população vacinada.

Ainda assim, Graça Freitas defendeu que será necessário usar máscara ao ar livre em algumas exceções, como nos ajuntamentos de pessoas em que não existe distanciamento.

Envie este conteúdo a outra pessoa