Optometrista Português nomeado perito da Organização Mundial de Saúde 250

Raúl de Sousa, Optometrista e Presidente da Associação de Profissionais Licenciados de Optometria (APLO), acaba de ser nomeado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para o grupo de trabalho de desenvolvimento de intervenções para o erro refrativo desta organização. A nomeação, segundo a OMS, resulta da larga experiência de Raúl de Sousa nesta área específica da saúde da visão.

“Esta nomeação é o reconhecimento merecido e incontestável do valor, importância e contributo dos Optometristas Portugueses para a ciência e cuidados de saúde da visão em Portugal e no mundo. É uma excelente oportunidade para ultrapassar a atual inércia e ausência de resposta do Ministério da Saúde, no que concerne a esta área, e capitalizar esta oportunidade e esforço coletivo dos peritos da Organização Mundial de Saúde para integrar a melhor evidência científica e as melhores práticas em Portugal, em colaboração e cooperação estreita com o Ministério da Saúde. A nossa disponibilidade para contribuir para construir uma solução que assegure cuidados para a saúde da visão a todos os portugueses, é total. Como é do conhecimento do Ministério da Saúde, e as necessidades do Serviço Nacional de Saúde nunca foram tantas e tão urgentes, no que respeita à área da saúde da visão. O que torna ainda mais incompreensível que Portugal, com Optometristas de renome e destacados mundialmente, obstinadamente continue a manter cuidados para a saúde da visão baseado em modelos do século XIX.” afirma Raúl de Sousa.

O Programa de Visão da OMS está em processo de desenvolvimento prioritário e alinhado com as recomendações do seu Relatório Mundial da Visão (2019) que visa facilitar a integração dos cuidados da saúde da visão na cobertura universal de saúde. Este grupo será responsável por aprovar um pacote de intervenções para o erro refrativo e analisar os recursos necessários para a sua implementação.

O erro refrativo é apontado, tanto no mundo como em Portugal, como a causa principal de deficiência visual e/ou cegueira evitável. Os erros refrativos são uma condição ótica em que, num olho em repouso, os raios de luz paralelos não focam de forma conjugada na retina, sendo a causa mais frequente de diminuição da acuidade visual. A compensação destes erros é feita através da utilização de óculos, lentes de contacto ou cirurgia refrativa.

Sobre a APLO
A Associação de Profissionais Licenciados de Optometria (APLO) representa os Optometristas, a maior classe profissional de prestadores de cuidados para a saúde da visão, em Portugal. Atualmente conta com cerca de 1.252 membros. A APLO é membro Fundador da Academia Europeia de Optometria e Ótica, membro do Conselho Europeu de Optometria e Ótica, membro do Conselho Mundial de Optometria e membro do Conselho Consultivo Externo da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior. Para mais informações, consulte: www.aplo.pt

Envie este conteúdo a outra pessoa