«O futuro foi o que sempre a norteou», Ana Paula Martins 0 185

A exposição “Odette Ferreira – Construir Futuros”, uma homenagem da ANF a uma das mais conceituadas cientistas portuguesas, muito ligada à história do VIH-sida em Portugal, foi inaugurada a semana passada no Museu da Farmácia. A cerimónia contou com várias personalidades que recordaram o papel de Odette Ferreira na sociedade portuguesa.

«Corajosa, determinada até à teimosia, solidária sem limites, vencedora», recorda o Presidente da República Odette Ferreira, na apresentação da exposição, como cita a notícia da revista “Saúda”. Marcelo Rebelo de Sousa manifestou, no seu discurso, que eternizar a memória de Odette Ferreira passa por «aplicar os ensinamentos que nos deixou em vida», estudar para encontrar bases sólidas de atuação e «fazer todos os dias a luta cultural». Ainda defende a valorização da solidariedade e, mais do que tudo, colocar sempre em primeiro lugar as pessoas, pois «para ela, tudo começava e acabava nas pessoas».

«Construir futuros foi o que nos juntou aqui hoje. Mostrar que há futuro e que fomos nós que o construímos. Ele não se faz sozinho», referiu a bastonária da OF que também marcou presença. «Isto implica mudança, desafiar aquilo que conhecemos como certo, mudar as perguntas se queremos ter novas respostas. Odette Ferreira ensinou-nos isso. Somos a mudança que queremos ver acontecer. O futuro foi o que sempre a norteou», recordou Ana Paula Martins.

Leia mais sobre esta exposição.

Envie este conteúdo a outra pessoa