Ministro da Saúde: Decisão sobre deslocalização do INFARMED será tomada «a curto prazo» 0 178

Ministro da Saúde: Decisão sobre deslocalização do INFARMED será tomada «a curto prazo»

 


18 de julho de 2018

O ministro da Saúde disse ontem que o Governo terá condições para decidir sobre a mudança do INFARMED para o Porto «a curto prazo» e salientou que relacionar a deslocalização com ameaça da saúde pública mundial é «exagero».

«Alguns aspetos estão a ser aprofundados» na análise da eventual deslocalização do INFARMED para o Porto e «teremos condições para uma decisão a curto prazo», referiu Adalberto Campos Fernandes.

O governante está a ser ouvido na comissão parlamentar da Saúde sobre o anúncio da mudança do INFARMED para o Porto, avançada em novembro de 2017 e que tem suscitado várias críticas e a oposição dos trabalhadores, assim como da presidente da autoridade do medicamento.

A decisão terá em conta o relatório do grupo de trabalho acerca do assunto, a estabilidade da atividade da entidade, assim como as condições de trabalho dos funcionários, apontou.

O ministro da Saúde comprometeu-se no final de junho a acelerar o processo de deslocalização, tendo Adalberto Campos Fernandes garantido que a mudança para o Porto deverá acontecer em janeiro de 2019.

Questionado pelos deputados, nomeadamente Ricardo Baptista Leite, do PSD, acerca das declarações da presidente do INFARMED, na terça-feira, na comissão de Saúde, Adalberto Campos Fernandes salientou ser um «exagero».

Quando se fala da ameaça da saúde pública nacional e mundial, «estamos no domínio do exagero», defendeu, citado pela “Lusa”.

Envie este conteúdo a outra pessoa