João Almeida Lopes: «É necessário combater a ideia de que a Saúde é apenas sinónimo de despesa» 0 258

Estivemos na tomada de posse dos Órgãos Sociais da APIFARMA que se realizou ontem em Lisboa, com a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos. O membro do Governo encerrou a cerimónia, declarando que «estamos “condenados” a viver uns com os outros».

No seu discurso, João Almeida Lopes reforçou a questão da sustentabilidade do SNS, assegurando que «as empresas farmacêuticas foram sempre sensíveis às questões da sustentabilidade e ao financiamento do SNS». Não deixou, no entanto, de destacar a importância da assinatura do Acordo com o Governo-APIFARMA para o ano de 2019. “Este é um princípio de estabilidade fundamental para garantir mais e melhores cuidados de saúde e tornar Portugal um país atrativo para a prática das ciências da vida”, referiu.

Apesar de se congratular com pacto setorial que foi assinado entre o Governo e o Health Cluster Portugal, afirmando que «só assim se contribui para impulsionar as empresas portuguesas», o Presidente da APIFARMA voltou a colocar a tónica na necessidade da introdução de inovação, afirmando que «temos que nos bater para que sejam criadas condições para o acesso de todos os portugueses às novas tecnologias de saúde». «É necessário combater a ideia de que a Saúde é apenas sinónimo de despesa e que o medicamento é a sua principal causa», concluiu.

Usou ainda da palavra João Gomes Esteves, presidente da mesa da Assembleia Geral da APIFARMA, para quem a estratégia para as doenças crónicas é o maior desafio atual, apelando à articulação entre os vários agentes da saúde, porque «a indústria farmacêutica não é uma ilha e precisa de espaço e tempo para, cabalmente, cumprir o seu papel».

Envie este conteúdo a outra pessoa