Investigação na área da saúde está «no limite dos limites» 0 59

Investigação na área da saúde está «no limite dos limites»

05-Mar-2014

O presidente do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP), diz que os cortes na investigação na saúde estão «no limite dos limites».

Manuel Sobrinho Simões defende a criação de uma agência de investigação para salvar a investigação na área da saúde, um organismo que seria financiado pelo ministério de Paulo Macedo e não pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. Considera que esta é a solução para o grave problema dos cortes em Portugal, desde que haja vontade política, citou a “Rádio Renascença”.

«Podíamos, através da ligação aos centros de saúde e hospitais universitários, fazer uma atividade muito mais interessante do ponto de vista da capacidade de investigar. Se o Ministério da Saúde quiser fazer grandes centros em Lisboa, Porto e Coimbra, com hospitais universitários, institutos de investigação e as faculdades de medicina, o dinheiro que o Ministério da Saúde gasta nisso é uma percentagem ridícula do seu orçamento».

«Agora, tem sido sempre difícil porque implica vários ministérios, mas acho que é a grande solução para o país», diz.

Envie este conteúdo a outra pessoa