Hospital do Rock assiste 883 pessoas no Parque da Bela Vista 133

Ao longo dos quatro dias do Rock in Rio Lisboa 2022, a Lusíadas, serviço médico oficial do evento, prestou cuidados de saúde a um total de 883 pessoas. No primeiro fim de semana, dias 18 e 19 de junho, foram assistidos 353 festivaleiros, e no segundo fim de semana, dias 25 e 26 de junho, foram assistidas 530 pessoas.

No primeiro dia de evento (sábado, 18 de junho) contabilizaram-se 180 ocorrências e no segundo dia (domingo, 19 de junho) registaram-se 173 prestações de cuidados de saúde. Já no segundo fim de semana de evento, o dia 25 de junho (sábado) somou 175 ocorrências, enquanto o último dia desta edição (domingo, 26 de junho) registou o maior número de ocorrências, tendo inclusivamente ultrapassado o total do primeiro fim de semana com 355 assistências na Cidade do Rock.

Cerca de 71% dos atendimentos realizaram-se nos postos fixos (centro médico e posto de saúde) e os restantes foram assegurados pelas equipas móveis, estrategicamente posicionadas no Parque da Bela Vista.

As cefaleias (relacionadas com a exposição solar e algum grau de desidratação), as feridas (decorrentes de quedas e calçado desadequado ao recinto) e as lesões osteoarticulares foram as ocorrências diagnosticadas mais frequentes.
Durante os quatro dias do evento, a Lusíadas Saúde distribuiu mais de 30 mil pulseiras com o contacto de emergência do Hospital do Rock.

A Equipa de coordenação clínica do Rock in Rio foi, nesta edição, constituída por profissionais de saúde do Hospital Lusíadas Lisboa: Sofia Lourenço, médica coordenadora da Unidade de Atendimento Urgente de adultos, Rui Dias, enfermeiro coordenador do Internamento Médico-Cirúrgico e Cirurgia de Ambulatório, e Bruno Matos, enfermeiro diretor.

Sofia Lourenço, médica coordenadora do Serviço Médico do Rock in Rio Lisboa 2022, faz um balanço muito positivo do evento: “Sabemos que após mais de dois anos de pandemia existia muita expetativa para o regresso à Cidade do Rock. Para a Lusíadas Saúde voltar a assegurar o serviço médico oficial do RiR foi uma grande responsabilidade, mas também um grande orgulho. A nossa vasta Equipa de profissionais conseguiu dar uma resposta rápida e de qualidade em todas as situações clínicas reportadas, das mais simples às mais complexas”.

Ao longo de todo o evento, o Hospital do Rock contou com a colaboração de cerca de 200 profissionais de saúde em representação de todas as unidades Lusíadas, de norte a sul do País. Estes profissionais integraram as 11 Equipas distribuídas pelo Parque da Bela Vista e as infraestruturas de assistência fixas do dispositivo médico: um centro médico e um posto de saúde. Das 11 Equipas no terreno, oito incluíram suporte básico de vida e três acautelaram suporte avançado de vida. Contaram ainda com o apoio de quatro ambulâncias que deram suporte à ação das Equipas no terreno.

WordPress Ads

Envie este conteúdo a outra pessoa