Gilead atualiza informação sobre a investigação do composto GS-5734 para o tratamento do vírus Ébola 0 89

Gilead atualiza informação sobre a investigação do composto GS-5734 para o tratamento do vírus Ébola

27 de Outubro de 2015

A Gilead Sciences, Inc. confirmou esta semana que a empresa aprovou um pedido para o uso compassivo do GS-5734, um análogo nucleótido em desenvolvimento para o tratamento potencial do vírus Ébola. 

 

A Gilead recebeu o pedido na semana passada e o fármaco foi enviado no mesmo dia. O medicamento está a ser tomado por uma doente do sexo feminino do Reino Unido, de acordo com o divulgado, no dia 21 de outubro, por responsáveis do Royal Free Hospital de Londres, lê-se num comunicado.

 

Norbert Bischofberger, vice-presidente executivo da Gilead e responsável do Departamento de Investigação e Desenvolvimento comentou: «É muito encorajador saber que a doente em causa está a melhorar e que já não se encontra em estado crítico. Reconhecemos a urgência na necessidade de tratamento para o Ébola e estamos a trabalhar no sentido de conseguir avanços no desenvolvimento do GS-5734 o mais rapidamente possível». 

 

O GS-5734 foi descoberto no âmbito do programa da Gilead de rastreio de compostos com possível atividade contra potenciais vírus emergentes, como o vírus Ébola. Em colaboração com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) e com o Instituto de Pesquisa Médica de Doenças Contagiosas do Exército dos Estados Unidos da América (USAMRIID), a empresa identificou a atividade in vitro do GS-5734 contra o Vírus Ébola.

 

Em estudos realizados em animais pelo USAMRIID, o tratamento iniciado três dias após a infeção com vírus Ébola, resultou em 100% de sobrevivência dos macacos estudados. A Gilead iniciou recentemente um Ensaio Clínico de Fase 1 em voluntários humanos saudáveis para determinar a segurança, tolerabilidade e farmacocinética do fármaco GS-5734.

 

Os surtos do vírus Ébola representam uma crise Mundial de saúde pública e a Gilead está a trabalhar com inúmeras entidades públicas e privadas para definir os próximos passos na avaliação do GS-5734. Caso seja comprovada a segurança efetiva para utilização humana, a Gilead tenciona trabalhar no sentido de facilitar o acesso ao medicamento tão rápida e amplamente quanto possível. Entretanto, a companhia irá avaliar, caso a caso, todos os pedidos de uso compassivo que receber.

 

O GS-5734 é um composto experimental, ainda não provado seguro e efetivo no tratamento do vírus Ébola; e o efeito clínico, neste doente particular, não pode ser determinado. 

Envie este conteúdo a outra pessoa