Covid-19: Quatro países europeus pedem aprovação da vacina da AstraZeneca 119

Foram quatro os países europeus que pediram à Agência Europeia de Medicamentos para acelerar a aprovação de vacinas contra a covid-19, especialmente a da Universidade de Oxford-AstraZeneca.

Os chefes do governo da Áustria, Dinamarca, Grécia e República Checa enviaram uma carta ao Presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, na qual exigem que os líderes comunitários mostrem um sinal claro à Agência Europeia de Medicamentos para garantir que o processo de aprovação das vacinas será “o mais eficiente possível”.

Os governantes lembram na missiva enviada, que “cada dia conta para salvar vidas” e pedem para que a EMA decida rapidamente e sem burocracias a aprovação das vacinas, especialmente a da vacina da Universidade de Oxford-AstraZeneca.

Segundo o chanceler austríaco, Sebastian Kurz, “a AstraZeneca pode fornecer dois milhões de vacinas para a Áustria nos primeiros quatro meses. Isso aceleraria enormemente o processo de vacinação”, explicou.

De acordo com o indicado na carta, a aprovação desta vacina serviria para atingir a meta da União Europeia de vacinar 70% da população adulta até ao verão.

Relativamente à vacina da Universidade de Oxford e da AstraZeneca não é tão eficaz quanto as da Pfizer ou da Moderna, contudo é a mais fácil de guardar e distribuir, pois não necessita de temperaturas de armazenamento muito baixas.

Envie este conteúdo a outra pessoa