Covid-19: EMA critica desinformação sobre vacina da AstraZeneca 228

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sua sigla em inglês) criticou a circulação de informação errada sobre a vacina da AstraZeneca contra a covid-19, depois de um funcionário da agência ter sido mal interpretado numa entrevista ao jornal italiano La Stampa.

A informação foi avançada pela EMA, através de comunicado divulgado.

“Houve muitos artigos durante o fim-de-semana contendo informações erradas sobre as considerações científicas da EMA relativamente à vacina covid-19 da AstraZeneca. A posição regulamentar da EMA em relação a esta vacina é clara: o balanço benefício-risco é positivo e a vacina permanece autorizada em todas as populações”, refere a nota.

A EMA, reforçou que foi feita uma análise à vacina, e concluiu que os benefícios de vacinar com a AstraZeneca continuam a superar os riscos em todos os grupos etários, embora quanto mais velha a pessoa e os contágios, mais claros são os efeitos da proteção.

A agência Europeia de Medicamentos (EMA) recomendou ainda a segunda dose desta vacina e não alternar com as de outras farmacêuticas.

Envie este conteúdo a outra pessoa