Covid-19: Análise comparativa dos efeitos dos tratamentos farmacológicos 109

Um estudo publicado na revista cientifica “The BMJ” comparou os efeitos dos tratamentos para a doença covid-19, usando uma revisão sistemática do Design Living e meta-análise de rede.

O estudo, denominado por “Drug treatments for covid-19: living systematic review and network meta-analysis“, teve como objectivo a comparação dos efeitos dos tratamentos para a covid‐19.

Com esse intuito, foram pesquisados ensaios clínicos de intervenções, comparadas terapêuticas farmacológicas em doentes suspeitos, prováveis ou confirmados com covid‐19, assim como tratamentos normalizados/placebos.

Até 10 de agosto de 2020, foram pesquisadas seis bases de dados chinesas, a US Centers for Disease Control and Prevention covid‐19 e a Research Articles Download e Database.

A versão online do estudo inclui uma infografia interativa que fornece informação resumida sobre os 8 resultados selecionados na revisão.

Desta análise concluiu-se que todas as intervenções com terapêuticas farmacológicas analisadas, a mais eficaz e segura parece ser a utilização de glucocorticóides.

Os glicocorticóides reduziram a mortalidade e a ventilação mecânica em pacientes com covid-19 em comparação com o tratamento padrão, enquanto a hidroxicloroquina pode não reduzir nenhum dos dois. A eficácia da maioria das intervenções é incerta porque a maioria dos ensaios clínicos randomizados até agora foram pequenos e têm limitações importantes.

Pode consultar o estudo aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa