Coronavírus: Confirmado o primeiro caso de infeção nos EUA 0 254

Um doente no Estado de Washington foi diagnosticado com o novo vírus detetado na China e que causa pneumonias virais, no primeiro caso confirmado nos Estados Unidos desta doença que já provocou seis mortos na China e graves pneumonias.

Segundo avançou a ‘Lusa”, a pessoa afetada foi hospitalizada na semana passada e permanece “muito doente” numa unidade de Seattle, a capital deste Estado do nordeste dos EUA, após ter viajado recentemente à cidade chinesa de Wuhan onde teve origem o surto epidémico, referiram os Media locais.

O Centro Europeu de Controlo de Doenças afirmou ontem que está confirmada a transmissão pessoa a pessoa do novo vírus detetado na China e que causa pneumonias virais.

O organismo europeu (ECDC, na sigla inglesa) acrescenta que ainda é necessária informação adicional para avaliar de modo completo as formas de transmissão deste novo coronavírus, numa publicação na sua página na Internet.

O número de vítimas mortais do novo tipo de pneumonia viral na China subiu hoje para seis, com a morte de mais dois pacientes, enquanto o número total de infetados ascendeu a 291.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que “a fonte primária mais provável” de transmissão é animal, tendo os primeiros casos surgido em pessoas que contactaram com um mercado de pescado na cidade chinesa de Whuan. Contudo, o vírus assume “transmissão limitada entre seres humanos através de contacto próximo”.

Quinze funcionários hospitalares também apresentaram teste positivo para o vírus, anunciou a Comissão Municipal de Saúde de Wuhan. A comissão tinha dito, na semana passada, que nenhum dos funcionários que teve contacto próximo com os pacientes tinha sido infetado.

Entretanto, a OMS convocou para hoje uma reunião de peritos para avaliar se o surto de coronavírus na China constitui uma emergência de saúde pública internacional.

Envie este conteúdo a outra pessoa