Comité de Medicamentos de Uso Humano concede opinião positiva à introdução da terapia celular na UE 0 136

Comité de Medicamentos de Uso Humano concede opinião positiva à introdução da terapia celular na UE

 


2 de julho de 2018

O Comité de Medicamentos de Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia do Medicamento (EMA) concedeu, na passada sexta-feira, opinião positiva para uma nova abordagem terapêutica, iniciando assim o caminho para a introdução da terapia celular com células CAR-T no tratamento do linfoma difuso de grandes células B na União Europeia.  

Esta abordagem pertence a uma nova geração de imunoterapias personalizadas para o tratamento de doenças hemato-oncológicas.  
 
A terapia celular que agora recebeu parecer positivo é uma imunoterapia que modifica as células T do sistema imunitário do próprio doente, para que estas reconheçam e ataquem as células tumorais. Esta terapia tem o potencial de induzir respostas completas (sem cancro detetável) nos doentes com linfoma difuso de grandes células B. Esta abordagem terapêutica inovadora integrou o programa PRIME (Medicamentos Prioritários) da EMA em 2016.
 
A opinião positiva do CHMP foi concedida no seguimento da revisão pelos reguladores da União Europeia incluindo o Comité de Terapias Avançadas. A recomendação vai ser analisada pela Comissão Europeia, a qual tem competência para aprovação de medicamentos a utilizar nos 28 países da UE, Noruega, Islândia e Liechtenstein, lê-se numa nota enviada à imprensa.

Envie este conteúdo a outra pessoa