Cerca de 1,2 milhões de portugueses com mais de 60 anos vacinados contra a gripe 0 205

Já foram divulgados os dados da segunda vaga do relatório Vacinómetro, que monitoriza a vacinação contra a gripe em grupos prioritários, na época gripal 2019/2020. Estes revelam que desde o dia 15 de outubro, já se vacinaram contra a gripe 1.187.042 portugueses com 65 ou mais anos, assim como 179.889 cidadãos com idades entre os 60 e os 64 anos.

Em relação ao período homólogo do ano passado, há uma subida de 4,8% para os 27,8% dos portugueses com idades compreendidas entre os 60 e os 64 anos, uma subida de 5,5%, para os 58,4% dos indivíduos com 65 ou mais anos, assim como uma subida de 11,3%, para os 52% dos indivíduos portadores de doença crónica. Nota-se também uma subida de 2,9%, para os 40,1% dos profissionais de saúde em contacto direto com doentes.

Do total do grupo de indivíduos vacinados, 71,1% vacinaram-se por recomendação do médico; 15,9% numa iniciativa laboral; 9,7% por iniciativa própria; 1,9% porque sabem que fazem parte de um grupo de risco para a gripe.

Do total da população vacinada, 16,5% adquiriu a vacina na farmácia, sendo que destas, cerca de 82% vacinaram-se na farmácia.

Lembrar, que o Vacinómetro foi lançado em 2009, e permite monitorizar em tempo real, a taxa de cobertura da vacinação contra a gripe em grupos prioritários recomendados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

A vacinação contra a gripe é recomendada para os grupos prioritários: pessoas com idade igual ou superior a 65 anos,
doentes crónicos e imunodeprimidos com 6 ou mais meses de idade,  grávidas, profissionais de saúde e outros prestadores de cuidados, doentes com determinadas patologias crónicas ou condições, a pessoas com idade entre os 60 e os 64 anos.

Envie este conteúdo a outra pessoa