APED promove debate sobre a utilização da canábis medicinal no tratamento da dor crónica 324

A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED) com o apoio da Tilray Portugal, vai promover no próximo dia 24 de novembro, pelas 21:00, uma conferência digital, subordinada ao tema “Canábis Medicinal no Tratamento da Dor Crónica: Perspetivas futuras para a utilização em Portugal”.

Este evento é dirigido a todos os profissionais de saúde e tem como objetivos promover a discussão sobre a canábis para fins medicinais no tratamento da dor crónica, e partilhar o conhecimento e as boas práticas internacionais nesta área.

A participação na iniciativa é gratuita, mas requer inscrição prévia aqui.

A utilização da canábis para fins medicinais, em Portugal, está aprovada para várias indicações, entre as quais, a dor crónica. A utilização de medicamentos, preparações e substâncias à base da planta da canábis para fins medicinais, nomeadamente a sua prescrição e a sua dispensa em farmácia comunitária estão regulamentadas, em Portugal, com a Lei n.º 33/2018, de 18 de julho e com o Decreto-Lei n.º 8/2019, de 15 de janeiro.

Estima-se que 36,7% da população adulta portuguesa tenha dor crónica.

Envie este conteúdo a outra pessoa