Venda de genéricos desce pela primeira vez desde 2017 0 250

A quota média de venda de medicamentos genéricos caiu pela primeira vez desde janeiro de 2017. A descida foi de 48,5% para 48,2% no período entre dezembro de 2018 e janeiro de 2019. Os dados são do Centro de Estudos e Avaliação em Saúde (CEFAR). – ver notícia relacionada.

Para o presidente da ANF, Paulo Cleto Duarte, os dados revelam que «o regime de incentivos está esgotado e deve ser revisto por outro que tenha como objetivo o crescimento da quota», defende num comunicado remetido pela própria Associação.

O mecanismo de incentivos à dispensa de genéricos é resultado do acordo assinado entre o Ministério da Saúde e a ANF em janeiro de 2017, como meio de combate da tendência de estagnação de venda de genéricos e diminuir a despesa do SNS.

Em janeiro de 2019, a poupança do Estado na venda de genéricos correspondia a 400 mil euros. O Estado paga às farmácias 35 cêntimos por embalagem de genéricos dispensada.

Envie este conteúdo a outra pessoa