Vacina quadrivalente contra a gripe recebe extensão para grávidas 0 308

A Sanofi Pasteur anunciou que a sua vacina quadrivalente contra a gripe (QIV) recebeu uma extensão da sua indicação na Europa para imunização de mulheres grávidas, de modo a prevenir a gripe dos bebés através da proteção passiva, desde o nascimento até menos 6 meses de idade.

A vacina de quatro estirpes contra a gripe contém duas estirpes A (subtipos A/H1N1 e A/H3N2) e duas estirpes B (linhagens B/Victoria e B/Yamagata) do vírus da gripe.

Está indicada para a prevenção da gripe causada pelos dois subtipos de vírus influenza A e pelos dois tipos de vírus influenza B contidos na vacina na imunização ativa de adultos, incluindo mulheres grávidas e crianças a partir dos 6 meses ou mais de idade, proteção passiva do(s) bebé(s) desde o nascimento até menos de 6 meses de idade após a vacinação de mulheres grávidas.

As mulheres grávidas têm cinco vezes mais probabilidades de serem hospitalizadas com gripe do que as mulheres não grávidas. Outro grupo de risco são as crianças com menos de 2 anos.

A vacinação é reconhecida como a melhor forma de prevenir a gripe e reduzir os riscos de complicações graves. A nova indicação reforça a importância adicional da vacinação para proteger estes grupos de risco mais vulneráveis.

A proteção passiva ocorre quando uma mulher grávida é vacinada durante ou após o 2.º trimestre e a proteção da vacina estende-se ao bebé nos primeiros meses após o nascimento.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a vacinação para ajudar a prevenir a gripe em populações de risco, incluindo mulheres grávidas, crianças, idosos e profissionais de saúde.

Envie este conteúdo a outra pessoa