Pfizer: Medicamento para cessão tabágica passa a ser comparticipado 406

Pfizer: Medicamento para cessão tabágica passa a ser comparticipado

22 de dezembro de 2016

Foi aprovada a comparticipação de um medicamento para a cessação tabágica da Pfizer. A vareniclina passa a ser comparticipada em 37% a partir do início do próximo ano.

 

José Pedro Boléo-Tomé, pneumologista e coordenador da Comissão de Tabagismo da Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP), revelou, em comunicado, que «a comparticipação dos medicamentos para a cessação tabágica é uma necessidade e uma reivindicação antiga de todos os médicos que tratam doentes fumadores. Apesar de o acesso aos tratamentos comprovadamente eficazes para o tabagismo estar há muito tempo consagrado como um pilar fundamental da estratégia de saúde em Portugal, incluído no Programa Nacional para a Prevenção e Controlo do Tabagismo, continuava a tardar a sua implementação».

 

Esta comparticipação permite um maior acesso ao tratamento antitabágico por parte da população portuguesa, coincidindo com uma altura em que muitos fumadores decidem deixar de fumar como resolução de ano novo e procuram apoio médico para o concretizar.

 

De acordo com a Direção-Geral de Saúde, o tabaco mata cerca de 6 milhões de pessoas por ano, em todo o mundo. Em Portugal, em 2013, estima-se que o tabaco foi responsável pela morte de mais de 12 000 pessoas, cerca de 11% do total de mortes e em 2014, apenas 3,6% das pessoas que deixaram de fumar recorreram a apoio médico e/ou medicamentos para deixar de fumar.

Envie este conteúdo a outra pessoa