OM defende o uso de canábis com prescrição médica 535

OM defende o uso de canábis com prescrição médica

 


11 de janeiro de 2018

A Ordem dos Médicos defende a utilização de canábis para fins terapêuticos, mediante prescrição médica.

No entender destes profissionais a «potencial toxicidade de canábis e canabinóides» exige que o seu uso seja «regulamentado e controlado», sendo necessário definir as especificações do produto, incluindo as substâncias ativas, doses, processo de fabrico. «Nenhum país europeu autoriza a canábis fumada para fins médicos», lembra a OM em comunicado.

A argumentação da OM relativamente ao uso medicinal da canábis baseia-se num parecer do Conselho Nacional da Política do Medicamento que mostra «existir forte evidência da eficácia da canábis e canabinóides no tratamento de dor crónica nos adultos, como antiemético associado ao tratamento oncológico, na redução da espasticidade por esclerose múltipla e no controlo da ansiedade».

WordPress Ads

Envie este conteúdo a outra pessoa