Merck KGaA investe na investigação para desenvolvimento de biofármacos 169

A divisão de saúde da Merck KGaA adquiriu um equipamento, espectrometria de massa de troca de hidrogénio e deutério (HDX-MS), uma tecnologia cada vez mais utilizada para estudar o modo de ação de biofármacos e a dinâmica das proteínas.

O equipamento vai ser instalado no laboratório satélite do iBET, fortalecendo as competências da equipa de investigação Portuguesa na descoberta e desenvolvimento de novos biofármacos.

Este novo equipamento tem a capacidade de determinar os locais de ligação de pequenas moléculas, mapear a zona de ligação de biofármacos complexos, e permite estudar a dinâmica de proteínas organizadas em pequenos e grandes complexos, bem como de proteínas de membrana.

Este investimento enquadra-se na estratégia de expansão do Laboratório Satélite da Merck no iBET, anunciada em 2019, e está associado a um financiamento extraordinário da Merck Portugal a um projeto de investigação e uma bolsa de estudante de doutoramento para os próximos 4 anos.

Atualmente, o iBET acolhe 4 laboratórios satélite de empresas farmacêuticas internacionais – Merck KGaA, Bayer, Sanofi e Novartis.

Envie este conteúdo a outra pessoa