Marcelo Rebelo de Sousa voluntaria-se para promover a vacina da gripe 0 95

23 de Novembro de 2016

O Presidente da República voluntariou-se hoje para ser vacinado contra a gripe, dando o exemplo aos portugueses.

«Tal como há bocado, também já manifestei ao sr. ministro a disponibilidade para me vacinar contra a gripe para dar o exemplo aos portugueses – se eu apanho depois uma grande gripe, o sr. ministro é o responsável e tenho de rever alguns comentários que tenho feito sobre si…», brincou Marcelo Rebelo de Sousa, na cerimónia de lançamento da agenda solidária do serviço de pediatria do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa.

O chefe de Estado, na presença do responsável pela tutela, Adalberto Campos Fernandes, seguia assim a recomendação da Direção-Geral da Saúde no sentido da necessidade de vacinação contra aquela doença.

«Num país em que se passa a vida a discutir aquilo em que não há acordo, há um domínio em que há um acordo e um consenso nacional tácito, não assinado, mas que é totalmente pacífico na sociedade portuguesa, que é o da saúde», sublinhou Marcelo Rebelo de Sousa, reconhecendo «a falta de recursos e grandes limitações» e as «dificuldades de funcionamento do sistema», citou a “Lusa”.

O Presidente da República referiu que o «IPO de Lisboa é uma marca na vida de todos os portugueses e que cala fundo», lembrando as muitas vezes que visitou as instalações em regime de voluntariado ou acompanhando «membros da família, grandes amigos, menos jovens, crianças, partilhando momentos complicados, difíceis, mas também de esperança nas suas vidas».

Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou as palavras «gratidão» e «esperança», elogiando o trabalho desenvolvido naquela unidade de saúde e apelou à compra da agenda solidária.

Envie este conteúdo a outra pessoa