INSA promove primeiro estudo nacional sobre infeções sexualmente transmissíveis 0 144

INSA promove primeiro estudo nacional sobre infeções sexualmente transmissíveis

 


18 de janeiro de 2018

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, através do Departamento de Doenças Infeciosas, está a promover o primeiro estudo sobre a prevalência em Portugal continental de quatro microrganismos responsáveis por infeções sexualmente transmissíveis (IST).

Chlamydia trachomatis, Neisseria gonorrhoeae, Mycoplasma genitalium e Trichomonas vaginalis são os quatro microrganismos alvo do estudo, coordenado pelo Laboratório Nacional de Referência das Infeções Sexualmente Transmissíveis, com o apoio do Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa, bioMérieux e Genomica. O conhecimento da frequência destas quatro IST em Portugal tem como objetivo implementar futuras ações de prevenção, avançou o organismo, em comunicado.

O estudo é dirigido a jovens – com idades entre os 18 e os 24 anos – a população que apresenta maior risco de desenvolvimento de complicações clínicas graves decorrentes das referidas IST, como a infertilidade.

Os interessados devem dirigir-se a um laboratório do Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa, entidade responsável pelo recrutamento de participantes, realizar uma colheita de urina e autorizar a que esta seja utilizada para o estudo destes quatro agentes de IST. A participação é voluntária, anónima e gratuita, sendo que os participantes podem ter acesso aos seus resultados.

Envie este conteúdo a outra pessoa