Incêndios: Onze farmácias em concelhos afetados ainda com falhas de comunicação 0 107

Incêndios: Onze farmácias em concelhos afetados ainda com falhas de comunicação

 


20 de outubro de 2017

Quatro dias depois dos incêndios que afetaram o centro e norte do país cortando as comunicações a quase uma centena de farmácias, onze estabelecimentos continuam com problemas, anunciou a Associação Nacional das Farmácias (ANF).

As falhas nas redes de comunicações e energia elétrica são o maior constrangimento à prestação de serviços farmacêuticos às populações nas zonas afetadas pelos incêndios.

Segundo a ANF, a rede de farmácias está cada vez mais próxima do regresso à normalidade e as duas farmácias que arderam nos incêndios retomaram a atividade em tempo recorde, citou a “Lusa”.

A Farmácia Central, em Melo, concelho de Gouveia, refere a ANF, está a operar em pleno nas instalações da junta de freguesia desde a manhã desta quinta-feira e a Farmácia da Lajeosa do Dão, no concelho de Tondela, recomeçou o serviço à população na terça-feira, nas instalações da junta de freguesia local.

As centenas de incêndios que deflagraram no domingo, o pior dia de fogos do ano segundo as autoridades, provocaram 42 mortos e cerca de 70 feridos, mais de uma dezena dos quais graves.

Envie este conteúdo a outra pessoa