FEPODABES: Reservas de sangue O+ e A+ com níveis críticos 352

A Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (FEPODABES) alertou para a doação de sangue por parte dos portugueses, visto as reservas nacionais de sangue terem atingido níveis críticos, principalmente dos tipos O+ e A+.

Através de comunicado, a FEPODABES refere que com a retoma das cirurgias e da atividade hospitalar após o período de confinamento, fez com que o consumo de sangue tenha vindo a aumentar.

A FEPODABES chega mesmo a indicar que as reservas nacionais já têm em falta o tipo de sangue O+ e A+.

Sendo assim apelam a que pessoas saudáveis, principalmente os dadores ativos entre os 24 e os 45 anos, deem sangue.

A dádiva de sangue consiste na colheita de cerca de 450ml de sangue a pessoas com 18 anos ou mais, ter 50 quilogramas de peso e ser saudável e não demora mais de 30 minutos.

Envie este conteúdo a outra pessoa