Empresa farmacêutica chinesa adulterou vacinas desde 2014 0 118

Empresa farmacêutica chinesa adulterou vacinas desde 2014

 

07 de agosto de 2018

A empresa farmacêutica Changsheng Biotech falsificou e adulterou, desde 2014, os registos de produção de vacinas, confirmaram hoje as autoridades de investigação chinesa.

O resultado desta investigação conclui que «a Changsheng recorreu a material fora de prazo no fabrico de vacinas contra a raiva, para uso humano, e que não registou corretamente as datas ou os números de série dos produtos, pelo menos desde 2014», noticia a agência “Lusa”.

Esta acusação, que decorreu no final de julho, veio no seguimento de uma investigação realizada pela Administração de Alimentos e Medicamentos da China (CFDA) que detetou falsificações dos registos de produção de quase 113 mil vacinas contra a raiva e na distribuição de mais de 250 mil doses defeituosas contra difteria, tétano e tosse convulsa.

A presidente da empresa farmacêtica, Gao Junfang e 14 membros da direção foram já detidos.

Envie este conteúdo a outra pessoa