Disponíveis novos tratamentos para VIH e doença de Crohn 505

A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. (Infarmed) anunciou que estão disponíveis novos medicamentos de utilização em meio hospitalar para o tratamento da infeção por VIH e para a doença de Crohn.

“O medicamento Dovato (Lamivudina + Dolutegravir) obteve autorização para ser utilizado em meio hospitalar na indicação: tratamento da infeção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana tipo 1 (VIH1) em adultos e adolescentes com mais de 12 anos de idade e que pesem pelo menos 40 kg, sem resistência conhecida ou suspeita à classe de inibidores da integrase, ou à lamivudina”, indica o Infarmed, no seu portal.

No “Relatório público de Avaliação” divulgado, a Autoridade para o Medicamento indica ter feito uma análise de minimização de custos entre o medicamento em avaliação e as alternativas terapêuticas consideradas na avaliação Farmacoterapêutica e concluiu que “o custo da terapêutica com o medicamento Dovato é inferior ao custo da terapêutica alternativa”.

O Infarmed autorizou também, para ser utilizado em meio hospitalar, o medicamento Stelara (ustecinumab), para o tratamento de doentes adultos com doença de Crohn.

“O medicamento Stelara (ustecinumab) obteve autorização para ser utilizado em meio hospitalar na indicação: tratamento de doentes adultos com doença de Crohn ativa moderada a grave que apresentaram uma resposta inadequada, deixaram de responder ou demonstraram ser intolerantes à terapêutica convencional ou a um antagonista do TNF ou têm contraindicações médicas para essas terapêuticas”, indica o Infarmed, no seu portal.

Envie este conteúdo a outra pessoa