“De 0 a 10, quanto dói?”: Campanha nas farmácias alertam sobre a dor 645

“De 0 a 10. Quanto dói?” é o nome da nova campanha nas farmácias portuguesas que pretende sensibilizar e informar a população portuguesa para a importância de um diagnóstico mais precoce da dor.

A campanha, disponível em cerca de 1200 farmácias, vai ser promovida pela Cooprofar – Cooperativa dos Proprietários de Farmácia juntamente com as Farmácias.

Tendo em conta a relação de proximidade que as farmácias têm com os utentes, muitas vezes surgindo como o primeiro contato com a doença de quem os procura, transforma o farmacêutico num profissional de saúde de fácil acesso para ajudar a identificar o tipo e intensidade da dor.

Esta campanha pretende clarificar os diferentes tipos e origens da dor, assim como explicar de que forma os utentes podem participar mais ativamente no seu próprio tratamento, de forma a potenciar os efeitos do mesmo e melhorar os resultados.

Segundo comunicado da Cooprofar, a “dor crónica afeta mais de 3 milhões de portugueses, sendo a segunda doença mais prevalente no país”, é “responsável por quase 50% de todas as ausências do trabalho e 60% de incapacidade permanente para trabalhar”.

O mesmo documento indica ainda que “segundo um estudo da Universidade do Porto, Portugal gasta 4.610 milhões de euros anuais com tratamentos, baixas e reformas antecipadas devido à dor crónica”.

Envie este conteúdo a outra pessoa