Covid-19: OMS aumenta risco de ameaça para “muito elevado” 443

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aumentou o nível de ameaça do novo coronavírus para “muito elevado”. A informação foi dada por Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, em conferência de imprensa em Genebra, na Suíça.

“Aumentámos agora a nossa avaliação do risco de propagação do Covid-19 e do risco de impacto para um nível global muito elevado”, indicou Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Segundo o diretor-geral da OMS, os epidemiologistas estão a acompanhar em permanência os desenvolvimentos da infeção do Covid-19, e como tal foi decidido aumentar a avaliação do risco de propagação e do risco de impacto para o nível mais alto.

Embora a OMS tenha aumentado o nível de ameaça internacional, não considera que seja ainda uma pandemia, pois não é uma situação em que “todos os cidadãos estão expostos”.

Tedros Adhanom Ghebreyesus indicou ainda que mais de 20 vacinas estão a ser desenvolvidas em todo o mundo e que vários produtos terapêuticos estão a ser testados, sendo os primeiros resultados esperados em “algumas semanas”.

São já 79.000 os infectados na China, e mais de 5.000 no resto do mundo. Das pessoas infetadas, mais de 36 mil recuperaram. O número de mortos ascendeu aos 2.858. Cerca de 50 países estão agora afetados.

Envie este conteúdo a outra pessoa