Covid-19: Moderna pediu autorização para vacinar adolescentes 144

A Moderna anunciou que entregou pedidos de autorização para utilização da sua vacina contra a covid-19, em adolescentes dos 12 aos 17 anos, na União Europeia e no Canadá.

Os pedidos foram entregues junto da Agência Europeia dos Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) e da Saúde Canadá.

Atualmente a vacina da Moderna está autorizada apenas para pessoas a partir dos 18 anos.

Este pedido surge depois de serem conhecidos os resultados, no final de maio, dos ensaios clínicos em mais de 3.700 participantes com idades entre os 12 e os 17 anos, nos Estados Unidos.

“Neste estudo, nenhum caso de covid-19 foi observado nos participantes que receberam as duas doses da vacina da Moderna”, observando-se uma eficácia de “100% usando a mesma definição de um caso” do que para os adultos, indicou a Moderna, em comunicado.

Os efeitos secundários observados foram semelhantes aos constatados nos adultos: dor ao ministrar a injeção, fadiga, dor de cabeça, dores musculares, arrepios.

A Moderna iniciou também em março testes da vacina em crianças dos seis aos 11 anos.

Envie este conteúdo a outra pessoa