Covid-19: Merck anuncia estudo sobre o perfil de segurança de Mavenclad 187

A Merck anunciou que uma nova análise do estudo MAGNIFY-MS revelou um padrão específico de reconstituição imunológica em doentes com esclerose múltipla com surtos tratados com o medicamento Mavenclad que pode contribuir para a sua capacidade de combater infeções e desenvolver anticorpos protetores em resposta a vacinas.

Estes novos dados foram apresentados na Reunião Anual da American Academy of Neurology (AAN) de 2021, realizada entre 17 a 22 de abril.

Segundo este estudo, a redução das células B de memória ocorreu um mês após o início de Mavenclad, com níveis baixos e sustentados até 12 meses.

Estas células B, que são necessárias para a criação de respostas de anticorpos após a vacinação, começaram a recuperar imediatamente.

No estudo feito anteriormente, MAGNIFY-MS, indica que os doentes que tomam Mavenclad são capazes de gerar respostas às vacinas contra a influenza e varicela-zoster, independentemente da contagem de linfócitos.

Já um estudo independente do The Multiple Sclerosis Center no Sheba Medical Centre e Sackler School of Medicine Tel Aviv University, em Israel, mostra que os doentes que tomaram Mavenclad são capazes de gerar anticorpos para a covid-19 após a vacina de mRNA da Pfizer-BioNTech administrada cerca de 4 meses depois do último tratamento com Mavenclad.

“Além de uma posologia oral conveniente, eficácia comprovada e do perfil de segurança bem caracterizado de Mavenclad, os dados agora recém-gerados mostram evidências iniciais encorajadoras em relação à capacidade destes doentes de gerarem uma resposta adequada de anticorpos à vacinação para a COVID-19, que é tão importante para os doentes”, afirmou Danny Bar-Zohar, MD, Global Head de desenvolvimento do negócio de Healthcare da Merck, em nota divulgada.

De acordo com o apresentado na AAN, a maioria dos doentes tratados com Mavenclad apresentava sintomas respiratórios ligeiros a moderados e nenhum necessitou de ventilação mecânica. Para além disso, tiveram um curso de doença semelhante com covid-19, em comparação à população em geral que também sofreu de covid-19.

Envie este conteúdo a outra pessoa