Covid-19: Governo dá luz verde à comercialização de testes rápidos em farmácias 1090

O Governo deu luz verde à comercialização de testes rápidos em farmácias e outros locais de venda de medicamentos, sem receita médica.

O despacho foi publicado nesta sexta-feira em Diário da República e “estabelece um regime excecional e temporário para a realização em autoteste de testes rápidos de antigénio, destinados, pelos seus fabricantes, a serem realizados em amostras da área nasal anterior interna”.

“A lista dos testes rápidos de antigénio abrangidos pelo presente regime excecional consta na página eletrónica do INFARMED”, refere ainda a portaria n.º 56/2021.

Esta medida, aprovada pelo Ministério da Saúde, é excecional e vigora durante seis meses, sendo justificada com o atual contexto da pandemia.

Envie este conteúdo a outra pessoa