Chineses testam vacina contra a sida 0 202

Segundo a publicação inglesa “China Daily”, um grupo de cientistas chineses vai testar uma vacina contra o vírus da sida, em 160 voluntários. Esta é a primeira vez que uma vacina deste género é experimentada em seres humanos.

A vacina, designada ADN/rTV, consiste no replicar do ADN de uma parte do vírus, para estimular uma “imunização efetiva” contra este. A vacina em desenvolvimento não contém todos os segmentos do vírus, mas apenas algumas partes do seu material genético, para que as possibilidades de infeção sejam reduzidas consideravelmente. O ADN do vírus continuará a replicar-se após a injeção, estimulando constantemente o sistema imunológico a produzir anticorpos, um processo semelhante às vacinas para outras doenças.

A primeira fase de testes iniciou-se em 2007, e serviu para provar a segurança desta vacina. A segunda fase, dos testes clínicos, irá terminar no primeiro semestre de 2021 e logo de seguida começa a terceira fase e vai incluir milhares de voluntários para testar a eficácia da vacina.

O grupo já recrutou mais de 130 voluntários, e vão ser feitos os testes em dois hospitais chineses, um em Pequim e outro em Hangzhou, na costa leste da China.

Envie este conteúdo a outra pessoa