Anja Salehar é a nova Diretora Geral da Novo Nordisk 578

Anja Salehar acaba de ser nomeada Diretora Geral da Novo Nordisk Portugal e vai liderar a equipa portuguesa de cerca de 50 pessoas depois de ter estado à frente da companhia na Eslovénia durante quase sete anos.

De nacionalidade eslovena, Anja Salehar juntou-se à multinacional dinamarquesa Novo Nordisk Inc. em 2007, como Product Manager da área da Diabetes no mercado da Eslovénia. Entre 2011 e 2018, enquanto Diretora Geral da companhia no mesmo país, implementou estratégias e planos de curto e longo prazo para fortalecer a liderança da Novo Nordisk nas suas principais áreas terapêuticas, sendo responsável pela gestão de portfólio e aplicação de medidas para garantir um serviço de grande qualidade.

Durante o tempo que passou na Eslovénia, Anja esteve ativamente envolvida em diálogos mais amplos sobre saúde enquanto membro dirigente associação local de indústria farmacêutica inovadora (FIRDPC), que por sua vez pertence à Federação Europeia de Indústrias e Associações Farmacêuticas (EFPIA). Nesta altura desempenhou também o papel de líder do grupo de trabalho Health & Growth, entre 2012 e 2017, cujo objetivo é garantir o acesso atempado a medicamentos inovadores e a parcerias estratégicas entre as indústrias farmacêuticas inovadoras na Eslovénia.

Entre 2018 e 2019 foi Brand Director da área das insulinas para toda a região da Europa em Copenhaga, na Dinamarca. Com mais de 15 anos de experiência na Indústria Farmacêutica, a maior parte dos quais na Novo Nordisk, Anja Salehar referiu, numa nota, estar “muito orgulhosa e satisfeita por abraçar este novo desafio não só pela equipa talentosa [que irá liderar], mas também por poder criar verdadeiro impacto no país que tem uma das maiores prevalências da diabetes na Europa, com mais de um milhão de portugueses a viver com a doença”.

Um dos seus principais objetivos é “ajudar a encontrar soluções que permitam criar um ambiente mais adequado ao acesso de novas terapêuticas de forma sustentável para o Serviço Nacional de Saúde em Portugal”.

Ao mesmo tempo “ainda há muito trabalho a fazer para que as pessoas com diabetes tenham acesso ao melhor tratamento possível, adaptado a cada caso e tendo em atenção as suas comorbilidades, e para que se consiga travar o aumento da prevalência desta patologia. É nesse sentido que vamos continuar a trabalhar com os principais stakeholders da saúde e com os decisores, para melhorar o diagnóstico, prevenção e tratamento da diabetes e da obesidade, bem como das múltiplas patologias associadas”.

“No sentido da prevenção, o passo que tomámos mais recentemente foi a assinatura do Memorando de Entendimento de Cooperação para a entrada de Lisboa no movimento Cities Changing Diabetes, em que contamos com a Câmara Municipal de Lisboa, a Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP), a Administração Regional da Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, a NOVA Medical School que pretende promover atividades de sensibilização para a diabetes e prevenção desta patologia”.

Anja Salehar é mestre em Farmácia pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Liubliana e mestre em Gestão e Economia em Saúde pela Faculdade de Economia da Universidade de Liubliana.

Envie este conteúdo a outra pessoa