Valeant acusada de falsear contas através de farmácias “fantasma” 0 125

Valeant acusada de falsear contas através de farmácias “fantasma”

22 de Outubro de 2015

A Valeant foi acusada pela Citron Research de ter falseado as suas contas, através da criação de uma rede de farmácias “fantasma” que tinha como objetivo adulterar os valores das vendas.

 

Depois da divulgação desta suspeita, a Valeant caiu, ontem, mais de 30% em bolsa, segundo avançou o “Jornal de Negócios”.

 

Num relatório divulgado ontem, a Citron refere que a Valeant utiliza farmácias relacionadas com a Philidor – uma empresa não auditada que se suspeita pertencer à Valeant – para armazenar inventário, registando essas transações como vendas.

 

Parece que «a Valeant/Philidor constituíram uma rede de farmácias-fantasma para criarem vendas falsas de medicamentos ou para evitarem o escrutínio dos auditores», expõe a equipa de research no seu relatório.

 

A Valeant tem estado no centro de uma polémica relacionada com o aumento dos preços dos medicamentos. A empresa farmacêutica subiu o preço do Glumetza – comprimidos para melhorar o controlo da glicemia em diabéticos – em 500% no segundo trimestre deste ano, e em mais 50% no terceiro trimestre. 

Envie este conteúdo a outra pessoa