Vacina dengue: Sanofi enfrenta ação judicial nas Filipinas por alegada morte de criança 0 76

Vacina dengue: Sanofi enfrenta ação judicial nas Filipinas por alegada morte de criança

 


06 de fevereiro de 2018

Uma agência do governo das Filipinas apresentou uma ação judicial contra a Sanofi, exigindo o pagamento de uma indeminização aos pais de uma menina de 10 anos que, de acordo com a agência, faleceu após ter recebido a vacina contra a dengue desta companhia.

A Sanofi já avançou que desconhece a ocorrência de mortes associadas à vacina.

«Nos ensaios clínicos de Dengvaxia realizados ao longo de mais de uma década em que foram administradas mais de um milhão de doses da vacina, não nos foi comunicada nenhuma morte relacionada com este tratamento», afirmou a empresa num comunicado, citado pela “Reuters”.

A Sanofi também rejeitou um pedido do Departamento de Saúde (DOH) para reembolsar o governo filipino das doses da vacina usadas.

O secretário da Saúde, Francisco Duque, disse que a controvérsia gerada em torno da Dengvaxia «contaminou a credibilidade» do programa de imunização do país.

O Departamento de Saúde das Filipinas suspendeu o seu programa de imunização contra a dengue após um aviso da Sanofi emitido no final de novembro, que dava conta de que a vacina poderia agravar os sintomas da doença, em pessoas nunca antes infetadas.

Envie este conteúdo a outra pessoa