Rede Solidária do Medicamento para famílias carenciadas, idosos e doentes crónicos de Gaia 0 868

O concelho de Vila Nova de Gaia vai ter uma Rede Solidária do Medicamento, projeto que tem o intuito de financiar medicamentos a munícipes com dificuldades económicas, idosos e com doenças crónicas.

O programa decorre no âmbito de um protocolo com a Associação Dignitude que foi aprovado por unanimidade na reunião de câmara descentralizada que decorreu em Avintes.

Conforme explicou a vereadora da Ação Social, Emprego e Coesão, Marina Ascensão, este é um projeto-piloto que numa fase inicial vai abranger 250 munícipes, informou a agência “Lusa”.

Podem usufruir da Rede Solidária do Medicamento todos os agregados familiares com carências económicas, bem como munícipes com idade superior a 65 anos e com doença crónica.

O protocolo descreve que a câmara de Gaia, distrito do Porto, vai pagar até ao limite de 100 euros por beneficiário, num valor global não superior a 25 mil euros/ano. É descrito ainda que caberá à associação garantir o valor que seja necessário para completar este projeto, através de um fundo designado como “Fundo Solidário abem”.

Os benefícios abrangem exclusivamente os medicamentos prescritos com receita médica e comparticipados pelo SNS. Os beneficiários poderão adquirir a medicação em qualquer farmácia.

Envie este conteúdo a outra pessoa