Ordem dos Médicos avalia uso de canábis para fins medicinais 601

Ordem dos Médicos avalia uso de canábis para fins medicinais

 


07 de setembro de 2017

O uso medicinal de canábis está a ser avaliado em Portugal. O Conselho Nacional da Política do Medicamento da Ordem dos Médicos deverá emitir um parecer relativo a este assunto ainda no decorrer deste ano.

Miguel Guimarães, bastonário dos médicos, explicou ao “i” que o objetivo é analisar todas as evidências sobre mais-valias clínicas e efeitos colaterais, no sentido de perceber em que circunstâncias é que o uso de canábis para fins medicinais poderia ser positivo.

Atualmente a prescrição de marijuana para fins terapêuticos já é legal em 29 estados norte-americanos. Na Alemanha, desde março que os médicos estão autorizados a prescrever canábis em situações de dor crónica ou durante tratamento oncológico com quimioterapia, depois de até aqui serem necessárias autorizações especiais.

A Organização Mundial da Saúde reconhece os efeitos terapêuticos dos canabinoides no alívio de náuseas, nomeadamente em estados avançados de cancro, mas entende que são necessários mais estudos para perceber como funciona a canábis.

WordPress Ads

Envie este conteúdo a outra pessoa