Novartis: Medicamento para psoríase proporciona pele limpa ou quase limpa até 3 anos 0 95

Novartis: Medicamento para psoríase proporciona pele limpa ou quase limpa até 3 anos

05 de Novembro de 2015

A Novartis divulgou, em comunicado, resultados que demonstram que secucinumab, o primeiro e único biológico indicado para tratamento sistémico de primeira linha da psoríase moderada a grave tem uma eficácia sustentada, proporcionando pele limpa ou quase limpa, mantendo um perfil de segurança favorável ao longo de três anos. 

 

Os resultados deste estudo foram apresentados no 24º Congresso Anual da Academia Europeia de Dermatologia e Venereologia (EADV) em Copenhaga, Dinamarca. Secucinumab, o primeiro e único inibidor da interleucina-17A (IL-17A) aprovado para o tratamento da psoríase, demonstra superioridade face a biológicos amplamente utilizados (ustecinumab e etanercept).

 

Neste estudo de extensão, 320 doentes receberam secucinumab, num esquema de dosagem fixa, por três anos: 69% alcançaram pele limpa ou quase limpa (PASI 90) no primeiro ano. Esta resposta manteve-se de forma consistente até três anos, com 64% dos doentes a continuarem a apresentar uma resposta PASI 90. Além disso, 43% dos doentes mantiveram pele completamente limpa (PASI 100) no terceiro ano (a partir de 44% no primeiro ano) e 83% alcançaram o objetivo standard do tratamento com 75% da pele limpa em três anos (PASI 75).

 

O objetivo do tratamento da psoríase é eliminar completamente as lesões de psoríase atingindo um estadio de “pele limpa”. O PASI 90 (melhoria de 90% no Índice de extensão e gravidade da psoríase – Psoriasis Area Severity Index) é considerado a melhor evidência de eficácia para avaliar o sucesso terapêutico no tratamento da psoríase, através da medição da redução do eritema (vermelhidão), descamação, e infiltração (espessura) das lesões de psoríase bem como a extensão do corpo atingida pelas lesões.

Envie este conteúdo a outra pessoa