Maria Arménia Carrondo é a nova presidente da FCT 0 121

Maria Arménia Carrondo é a nova presidente da FCT

17 de Abril de 2015

Maria Arménia Carrondo é a nova presidente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). A cientista sucede Miguel Seabra, que se demitiu do cargo no dia 7 de abril.

De acordo com informações avançadas pelo “Público”, a sua nomeação foi aprovada ontem em Conselho de Ministros.

Maria Arménia Carrondo, de 67 anos, coordenava o grupo de Cristalografia Macromolecular do Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITQB), em Oeiras, pertencente à Universidade Nova de Lisboa (UNL). Também era até agora assessora do conselho diretivo da FCT, que era presidido por Miguel Seabra até à sua demissão.

Licenciada em Engenharia Química pela Universidade do Porto, em 1971, Maria Arménia Carrondo fez o doutoramento, em cristalografia química, no Imperial College de Londres, em 1978. Logo após o doutoramento, continuaria a sua carreira académica no Instituto Superior Técnico, em Lisboa, onde se manteve durante as décadas de 1980 e 1990. Esteve, desde o início, associada à criação do ITQB, em 1989, que depois, nos primeiros anos da década de 1990, foi integrado na UNL.

Envie este conteúdo a outra pessoa