INFARMED quer melhorar a comunicação com os doentes 0 97

INFARMED quer melhorar a comunicação com os doentes

29 de dezembro de 2016

O INFARMED revelou que pretende «expandir» a comunicação e o envolvimento com os doentes nas áreas do medicamento e de outras tecnologias de saúde.

Durante uma reunião com diversas associações de doentes, realizada na terça-feira, Henrique Luz Rodrigues, presidente do INFARMED, reiterou a importância destas instituições e anunciou que o sistema irá ser reorganizado, tirando partido de contributos passados, e envolvendo os doentes em matérias relacionadas com as áreas a que se dedicam, lê-se num comunicado enviado pela Autoridade Nacional do Medicamento.

No âmbito deste encontro foram abordadas «preocupações comuns, como a necessidade de maior transparência, de melhoria da literacia e autonomia dos cidadãos e das associações».

Os doentes sugeriram diversos mecanismos de aproximação, como a existência de linhas de apoio à capacitação e aumento da literacia dos associados; sessões de esclarecimento; um diálogo precoce sobre os medicamentos em avaliação na Europa e um maior envolvimento nos aspetos relacionados com a farmacovigilância e a segurança dos medicamentos.

Envie este conteúdo a outra pessoa