Infarmed: Portugueses com maior acessibilidade às mais recentes terapêuticas 0 157

O Infarmed destaca, em comunicado, que foi registado um incremento no acesso da população aos fármacos inovadores.

Diz a Autoridade do Medicamento e Produtos de Saúde que num contexto de importantes desenvolvimentos clínicos que introduzem desafios ao sistema de saúde, o acesso a novos medicamentos no Serviço Nacional de Saúde (SNS) aumentou de modo significativo, com mais de 150 novos medicamentos introduzidos entre 2016 e 2018.

Registe-se que, de acordo com a autoridade, a maior parte dos medicamentos inovadores financiados são de uso hospitalar, com particular enfoque para o tratamento de doenças oncológicas, anti-infeciosos e doenças cardiovasculares.

O Infarmed sublinha ainda que concluiu, até ao final do passado mês de outubro, a avaliação de financiamento pelo SNS a 384 processos de medicamentos. «Destas avaliações, destacamos a introdução no arsenal terapêutico português de 65 novos medicamentos».

Comparativamente ao período homólogo, assinala-se um aumento significativo na conclusão de novas DCI/novas indicações terapêuticas, para 104 em 2019. Foram ainda concluídos 179 processos de medicamentos genéricos e de 87 novas apresentações de moléculas já presentes no mercado, acrescenta a nota.

Envie este conteúdo a outra pessoa