INFARMED: Novos produtos ilegais para disfunção erétil 0 310

O INFARMED lançou alerta sobre novos produtos ilegais que contêm substâncias destinadas ao tratamento da disfunção erétil, o Gold Max Blue e Gold Max Pink, cápsulas. A Autoridade do Medicamento comunica a ilegalidade, esclarecendo que em causa está a falta de autorização de introdução no mercado em Portugal e o facto de conterem substâncias ativas que apenas podem ser utilizadas em medicamentos.

Após análise no laboratório do INFARMED, verificou-se que estes produtos contêm a substância ativa sildenafil, é comunicado no site da Autoridade.

Estes produtos foram detetados na Alfândega, no âmbito do protocolo de colaboração entre o INFARMED e a Autoridade Tributária e Aduaneira, que se destina ao combate à falsificação de medicamentos.

Os produtos terão origem em vendas através da Internet, não tendo sido detetados no circuito legal de venda de medicamentos, tais como farmácias.

Já que não há garantias da qualidade, segurança e eficácia destes produtos, a sua utilização está proibida em Portugal.

Face ao exposto, o INFARMED deixa a advertência às entidades que disponham destes produtos para não os vender, dispensar ou administrar, devendo comunicarem de imediato com o INFARMED. Aos utentes que disponham destes produtos, alerta-se que não os devem utilizar, devendo entregar as embalagens na farmácia para posterior destruição, através da Valormed.

Envie este conteúdo a outra pessoa