Hospital Santa Maria investiga caso de doente que desenvolveu cancro 243

Hospital Santa Maria investiga caso de doente que desenvolveu cancro

28 de julho de 2014

Santa Maria e Inspeção-Geral das Atividades de Saúde (IGAS) vão investigar o caso do doente que há três meses aguardava medicamento inovador para a hepatite C e que acabou por desenvolver um cancro no fígado.

Carlos Martins, o presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte, que integra o Santa Maria, explicou ao “Diário de Notícias” que «vai ter de ser aberto um processo de averiguações ao caso deste doente». Mas as diligências não ficarão por aqui. «Terão de ser estudados os outros casos que estão em avaliação: são 68. A mim apenas chegaram três casos, um deles que despachei há algum tempo e outros dois que assinei na sexta-feira, e que me foram referidos como casos em que havia risco de vida».

Para esclarecer o que sucedeu, vai «solicitar uma auditoria externa, possivelmente ao INFARMED e à IGAS. Quero perceber o que sucedeu aos casos que estão há meses a ser analisados na comissão de farmácia e terapêutica e ver se de facto não foram bem instruídos ou se lhes foi pedida prioridade pelos médicos que avaliam os doentes», esclareceu Carlos Martins.

Envie este conteúdo a outra pessoa