Farmacêuticos não concordam com descontos sobre medicamentos 0 103

Farmacêuticos não concordam com descontos sobre medicamentos

 


29 de março de 2018

Os farmacêuticos portugueses aprovaram, por unanimidade, a Resolução apresentada pela Direção Nacional da Ordem dos Farmacêuticos (OF) relativa à prática de descontos sobre o preço dos medicamentos.

Nesta Resolução, aprovada em Assembleia-Geral, os farmacêuticos manifestam a sua oposição à prática de descontos sobre o preço dos medicamentos, em especial dos medicamentos sujeitos a receita médica comparticipados, «por considerarem ser uma fonte de desigualdades e iniquidades no acesso ao medicamento».

A OF entende que «a oferta de descontos sobre o preço dos medicamentos nas farmácias é geradora de desigualdades no acesso à saúde entre os portugueses».

«A dispensa de medicamentos que são de prescrição médica obrigatória é um serviço público prestado pelas farmácias, contratualizado com o Serviço Nacional de Saúde (SNS), que não deve estimular qualquer tipo de diferenciação entre cidadãos no acesso aos cuidados de saúde», lê-se num comunicado enviado por este organismo.

A Ordem aguarda a publicação do despacho do Ministério da Saúde que poderá concretizar as restrições sobre a prática de descontos no preço dos medicamentos.

Envie este conteúdo a outra pessoa